Consequências do fechamento da Ford em nossa categoria

O fechamento da unidade de Camaçari da montadora Ford tem gerado impactos negativos na economia baiana e no aumento do desemprego em toda Região Metropolitana de Salvador.

Calcula-se que serão extintos mais de 60 mil empregos indiretos. Deste total, 7,2 mil são trabalhadores da Ford, terceirizadas e fornecedoras.

A nossa categoria também poderá ser atingidas. A Hober Bahia e Faurecia já anunciaram demissões. O Sindiquímica convocou reunião com as empresas para o diálogo visando entender a situação.

Há a possibilidade das empresas continuarem fornecendo produtos para o centro de tecnologia da Ford que ainda não foi fechado em Camaçari. Além disso, com a busca por parte do Governo da Bahia de outras montadoras automobilísticas interessadas em produzir no estado, a Hober e Faurencia podem não interromper suas produções, sem necessidade de demissões.

O Sindiquímica acompanha bem de perto essa movimentação, participação das mobilizações dos trabalhadores da Ford, analisando as propostas de indenização apresentadas e cobrando os mesmos compromissos das empresas da nossa base.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *