Em meios à crise, Químicos renovam Convenção Coletiva

O segmento químico também comemorou a renovação da Convenção Coletiva, com a manutenção das cláusulas do acordo e a garantia do reajuste dos salários e outros adicionais econômicos, repondo a inflação de 4,77% (INPC/IBGE). A união dos trabalhadores e trabalhadoras possibilitou superar esse momento de dificuldades, com empresas fechando e outras já articulando bancos de horas.

As assembleias para aprovação das propostas aconteceram nas empresas, com distanciamento e uso de máscaras.

O Sindicato continua na luta em defesa dos trabalhadores e defendendo conquistas e direitos trabalhistas em meio as adversidades impostas pela pandemia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *