Bahiagás
Trabalhadores denunciam transmissão comunitária de Covid no local de trabalho

Apesar de inúmeros alertas do Sindiquímica, a Bahiagás retornou para o formato presencial atividades que estavam sendo realizadas em home office com a mesma eficiência e produtividade.

Após 10 dias da reunião na qual a empresa negou o pleito do sindicato de manter o home office já são seis trabalhadores confirmados com Covid-19 e mais dois suspeitos de terem contraído a doença. Todos os oito estavam e poderiam continuar trabalhando em home office, mas a empresa optou por exigir o trabalho presencial, aumentando a exposição desses trabalhadores ao risco da contaminação.

Todos que estão sendo obrigados a trabalhar presencialmente no prédio. Qual a necessidade de expor as pessoas desnecessariamente? Vai esperar acontecer o pior ao invés de agir preventivamente?

Mesmo com todos os alertas feito pelos trabalhadores e do pleito apresentado pelo sindicato para a empresa aguardar mais alguns dias, antes de retornar as atividades para o regime presencial, a empresa reiteradamente negou e decidiu pelo retorno, em um momento em que a cidade de Salvador atinge mais de 75% dos leitos ocupados por pacientes com Covid e os especialistas falam do perigo da terceira onda da pandemia.

Suspensão imediata do trabalho presencial

A empresa, sem qualquer negociação com os trabalhadores, decidiu retornar todos os trabalhadores para um regime híbrido, dividindo-os em dois grupos: uma semana um grupo está presencial e o outro em home office. Porém, com um intervalo de menos de 10 dias, já são seis casos confirmados e dois suspeitos de Covid entre trabalhadores do mesmo grupo. Todos estavam em regime presencial.

Em nome da saúde de todos os trabalhadores e para evitar o risco de responsabilização por consequências mais graves, o Sindiquímica solicita à Bahiagás, mais uma vez, que todas as atividades presenciais no edifício sede em Salvador sejam suspensas temporariamente, para que o prédio passe por uma desinfecção completa, e que todas as atividades que permitam teletrabalho voltem a ser executadas em home office imediatamente, mantendo presencial apenas aquelas em que seja impossível a realização remota.

Esperamos contar com a sensibilidade da empresa e com a consciência de que a saúde dos trabalhadores é interesse comum e prioridade de todos nós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *