Cratera em Vera Cruz cresce 17 metros em quatro meses

Cratera em Vera Cruz cresce 17 metros em quatro meses

Em quatro meses, a cratera que surgiu próximo à vila de Matarandiba, no município de Vera Cruz, na Ilha de Itaparica, aumentou 17 metros. O buraco foi encontrado por técnicos da empresa Dow Química, que explora o local para extração de sal-gema há décadas, durante um trabalho de rotina em 30 de maio. Em junho, a cratera tinha tinha 45,4 metros de profundidade, 69 metros de comprimento e 29,8 metros de largura. No entanto, segundo publicação do site G1, no último dia 24 de outubro, a erosão apresentou 39,7 metros de profundidade, 86 metros de comprimento e 36,6 metros de largura

As causas que levaram ao surgimento da cratera ainda são desconhecidas. A companhia quer saber se a erosão tem relação com sua atividade na região. Até o momento, um estudo já foi concluído e foi constatado que não há risco para a comunidade de Matarandiba.

Em nota, a Dow afirmou que a cratera é um fenômeno geológico conhecido como "vazio subterrâneo" (sinkhole, em inglês). O fenômeno vem sendo investigado também pelo Ministério Público do estado da Bahia (MP-BA).

A empresa também diz que o aumento das dimensões da cratera já era esperado. Isso deve ocorrer até a completa estabilização do terreno.

Fonte: Bocão News

e-max.it: your social media marketing partner