Trabalhadores da Bomix realizam ato de protesto

Trabalhadores da Bomix realizam ato de protesto

400 funcionários da empresa Bomix protestam contra as demissões e práticas de assédio moral nesta segunda-feira. Segundo diretores do Sindiquímica, o movimento começou por volta das 5h e teve adesão geral. Os trabalhadores estão concentrados no portão que dá acesso à empresa, em Simões Filho (CIA).

Na sexta-feira, o funcionário da empresa e diretor do sindicato, Otacílio dos Santos Filho, foi demitido apesar de possuir estabilidade por ser dirigente sindical. A demissão de Otacilio provocou indignação dos colegas de trabalho que decidiram realizar um ato de protesto contra a decisão da direção da empresa. Outras demissões vêm sendo praticadas desde o ano passado.

Os funcionários denunciam também práticas de assédio moral e perseguições. Recentemente, a Bomix foi condenada pela Justiça a ressarcir valores descontados nos contracheques de alguns operadores por defeitos em baldes plásticos e outros materiais. Outra irregularidade praticada pela empresa é pagar o vale refeição dos novos contratados depois de três meses de trabalho e não pagamento das horas extras.

O Sindiquímica esclarece que muitas vezes têm recorrido à Justiça do Trabalho contra a Bomix para assegurar direitos dos trabalhadores e denunciar as práticas de assédio moral e antissindicais. Uma das dificuldades enfrentada pela entidade sindical é a falta de diálogo por parte da empresa.

A Bomix produz embalagens plásticas.

Repercussão na mídia e na CUT

 

e-max.it: your social media marketing partner