Trabalhadores apresentam alternativas para desenvolvimento industrial

Trabalhadores apresentam alternativas para desenvolvimento industrial

Nos dias 13 e 14/06, em São Paulo, representantes dos trabalhadores, assessores e intelectuais debateram alternativas para a retomada da política industrial, que passa por um processo de forte deterioração desde o golpe contra os trabalhadores que depôs a ex-presidente Dilma Rousseff. O Seminário “Desafios da Indústria no Brasil e os Trabalhadores e Trabalhadoras”, organizado pelo Macrossetor Indústria da CUT e pelo Instituto Trabalho, Indústria e Desenvolvimento (TID-Brasil), contou com a participação de representantes dos ramos químico, vestuário, metalúrgico, construção civil, alimentação e Eletricitários/Sinergia. O diretor da Confederação Nacional do Ramo Químico (CNRQ) e do Sindiquímica, Carlos Itaparica, participou ativamente da programação do seminário. Foram discutidos temas como desenvolvimento tecnológico na indústria, impactos da política industrial chinesa na indústria e empregos brasileiros, indústria 4.0, dentre outros.

O atual cenário do setor industrial marcado pela desindustrialização e desmonte das empresas estatais estratégicas e diante de um horizonte de profundas transformações tecnológicas impulsionadas pela chamada Indústria 4.0 é papel dos trabalhadores discutir, debater e elaborar propostas para o crescimento industrial, através de políticas públicas voltadas ao desenvolvimento da indústria nacional. É necessária a intervenção dos trabalhadores na elaboração da política industrial e tecnológica. Por isso, um dos objetivos do seminário foi apresentar propostas que possibilitem a geração de emprego, renda e desenvolvimento econômico sustentável com proteção social. Essas propostas, sistematizadas em um documento, estão sendo encaminhadas à CUT e posteriormente aos candidatos ao parlamento e à presidência da República nas próximas eleições. “As políticas macroeconômicas e setoriais devem atender a centralidade do trabalho como agente propulsor da transformação social”, sintetiza o documento apresentado pelo Ramo Químico.

 

e-max.it: your social media marketing partner