Bahiagás decide adiar pagamento da primeira parcela do 13º agora em junho

Bahiagás decide adiar pagamento da primeira parcela do 13º agora em junho

OLHA O 13º AÍ GENTE!!! É MENTIRA

No São João, os trabalhadores da Bahiagás não têm nada a comemorar

Na atualidade, a Bahiagás vive um dos melhores momentos de sua trajetória histórica: lucros e produtividade recordes. Mesmo o país enfrentando uma grave crise, a Companhia segue crescendo e aumentando seus lucros e dividendos. Tudo isso só é possível graças ao trabalho árduo, a competência e dedicação de seus empregados e que por isso merecem ser reconhecidos, né mesmo? Mas, infelizmente, não é o que acontece.

Mesmo com a saúde financeira invejável e ao invés de reconhecer aqueles que a constroem, a Companhia se aproveita da conjuntura desfavorável e da reforma trabalhista para tentar retirar direitos do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) conquistados com muita luta. Na reunião de negociação 14/06, unilateralmente, a empresa decidiu encerrar os debates sobre o ACT, ameaçando cortar o Adicional por Tempo de Serviço (ATS) dos futuros empregados.

A decisão da Bahiagás foi registrada na ata da negociação que disse: “as relações de trabalho serão amparadas pela legislação vigente”, dando entender, em tom ameaçador, que todos os direitos do ACT seriam retirados caso não aceitássemos renovar o ACT sem o ATS. Em seguida, divulgou uma nota num tom mais conciliador se propondo a negociar, mantendo a jornada e os adicionais; mas, para a nossa surpresa, anunciou que iria suspender o pagamento da primeira parcela do 13º salário previsto para o dia 21 de junho, véspera de São João.  Qual o sentido de adiar o pagamento do 13º? Chantagear e obrigar os trabalhadores a aceitar o fim do ATS?

Decisão lamentável. Sem justificativa plausível, a direção da Bahiagás frustrou não apenas a comemoração do São João dos trabalhadores, mas também a expectativa de diálogo dos integrantes da mesa de negociação.

O que restou para comemorar amanhã na festa de confraternização promovida pela empresa? Nada, absolutamente nada!

Os trabalhadores da Bahiagas estão cientes que se hoje o ACT prevê o pagamento de prêmio de férias, auxílio educação, hora passagem de turno, ATS e tantos outros benefícios não é por pura benevolência da Companhia. Essas conquistas são frutos de muita luta, suor e sangue daqueles trabalhadores que lhes antecederam e que, portanto, é dever de todos nós continuarmos firmes para garantir a renovação do Acordo Coletivo sem nenhum direito a menos.  Já vimos este filme e sabemos como ele termina. Se permitirmos agora a retirada de direitos e o desmonte do nosso ACT será apenas questão de tempo regredir 15 anos da nossa história quando o Sindiquímica não representava os trabalhadores. E isso não vamos permitir!

NÃO TEMOS NADA A COMEMORAR!

NENHUM DIREITO A MENOS

VAMOS À LUTA

JUNTOS SOMOS FORTES!

 

e-max.it: your social media marketing partner